Transforme seu fã-clube de assinaturas gratuitas em um fluxo de receita

Muitos influenciadores e celebridades têm seus próprios fã-clubes dedicados – grupos de pessoas que têm um interesse comum em apoiar e celebrar o trabalho de uma celebridade ou grupo específico.

Em muitos casos, esses fã-clubes são organizações informais lideradas por alguns fãs dedicados. Em outros casos, eles são de propriedade/gerenciados pela celebridade ou por sua equipe de relações públicas/publicitário. O que muitos talvez não percebam é que um fã-clube com assinatura “gratuita” pode, na verdade, tornar-se um poderoso fluxo de receita para as celebridades.

Veja como as celebridades e seus gerentes podem transformar uma assinatura gratuita de fã-clube em um fluxo de receita:

Etapa 1: mova o maior número possível de fãs para seu aplicativo gratuito para fãs

A primeira etapa que qualquer celebridade ou equipe de relações públicas deve tomar quando estiver se preparando para fazer a assinatura gratuita de seu fã-clube é colocar o maior número possível de fãs em um aplicativo móvel dedicado ao fã-clube.

Esse aplicativo pode ser comercializado como a melhor maneira de os membros do fã-clube receberem as recompensas e notícias exclusivas do fã-clube, além de se conectarem com outros fãs. Quanto mais fãs as celebridades conseguirem reunir em seus aplicativos pessoais, melhor.

Etapa 2: criar muito conteúdo de qualidade para o aplicativo

Não basta apenas atrair os fãs para o aplicativo; as celebridades precisam manter os fãs envolvidos com o aplicativo para que eles o consultem em intervalos regulares. É nesse ponto que a produção de conteúdo de qualidade para o aplicativo se torna importante.

Ao dar aos assinantes do fã-clube acesso gratuito a excelentes publicações, vídeos e podcasts no aplicativo, as celebridades podem manter seus fãs ativos e envolvidos com o aplicativo e tudo o que ele tem a oferecer. Além disso, isso pode ajudar a tornar o aplicativo mais atraente para novos fãs, incentivando-os a fazer o download.

Etapa 3: adicionar uma loja on-line ao aplicativo

Depois de atrair fãs para o aplicativo, as celebridades podem adicionar uma loja on-line ao aplicativo, que está repleta de equipamentos de marca. Isso oferece aos usuários do aplicativo um local conveniente para encomendar equipamentos e, ao mesmo tempo, cria um novo fluxo de receita para a celebridade.

Etapa 4: criar conteúdo premium e pago por visualização

Depois de estabelecer um acúmulo abrangente de conteúdo de qualidade, talvez seja hora de criar conteúdo premium que esteja disponível somente por meio do aplicativo. Por exemplo, as celebridades poderiam fazer vídeos pay-per-view que, nos primeiros 3 a 7 dias em que estiverem no ar, só estarão disponíveis para serem assistidos mediante o pagamento de uma taxa.

Os superfãs vão querer assistir a esses vídeos o mais rápido possível e estarão dispostos a pagar pelo acesso antecipado, enquanto outros fãs podem esperar para obter os vídeos de conteúdo gratuitamente. O eventual acesso gratuito ajuda a fazer com que os fãs que não pagam não se sintam excluídos.

Etapa 5: oferecer uma assinatura premium e paga

Depois de estabelecer o conteúdo pago no aplicativo, as celebridades poderiam adicionar um novo nível de assinatura “premium” que daria aos fãs acesso a todo o conteúdo premium, além de outros bônus, por um determinado período de tempo.

Para fazer com que os fãs paguem por uma camada premium, é importante garantir que eles percebam a assinatura como uma oferta valiosa. Portanto, quanto mais doces forem os bônus, melhor. Alguns benefícios que as celebridades poderiam oferecer como parte da assinatura incluem:

  • Acesso antecipado ao conteúdo do aplicativo. Há muitas pessoas que pagariam avidamente um prêmio para ter acesso antecipado a novos vídeos de suas celebridades favoritas.
  • Descontos na loja de celebridades. Algumas pessoas podem ser incentivadas por um desconto na loja. De fato, obter um desconto de 10% em itens da loja pode incentivar os fãs a comprar coisas que, de outra forma, não comprariam, devido ao valor percebido.
  • Acesso exclusivo à transmissão ao vivo. Os fãs têm apenas uma chance de ver uma transmissão ao vivo no momento em que ela acontece. Adicionar acesso exclusivo a eventos de transmissão ao vivo para assinantes premium no aplicativo pode ser um incentivo poderoso para pagar por uma assinatura premium.

Essas são apenas algumas das possíveis maneiras pelas quais uma celebridade poderia incentivar os fãs a participar de um serviço de assinatura premium.

Etapa 6: considere anúncios e promoções cruzadas

Outra maneira pela qual as celebridades podem transformar seus fãs de assinaturas gratuitas em um fluxo de receita é compartilhar anúncios e promoções cruzadas patrocinadas com eles. Quanto mais assinantes virem esses anúncios no aplicativo, maior será o fluxo de receita.

No entanto, isso deve ser feito com cuidado, pois o excesso de anúncios ou a parceria com a empresa/marca errada pode afastar os fãs, fazendo com que eles se afastem do aplicativo em vez de se aproximarem dele.

Seguir essas etapas pode ajudar as celebridades a transformar seus fãs de assinaturas gratuitas em uma fonte de receita significativa.

Precisa de ajuda para criar uma estratégia para transformar seus fãs em uma fonte de receita?

share

Related Posts

Cinco maneiras pelas quais os aplicativos para equipes esportivas tornam o dia do jogo melhor

Os aplicativos têm um potencial incrível para conectar os torcedores e seus times favoritos. Em nenhum outro lugar isso é mais poderoso do que no dia do jogo. Os aplicativos de equipe acrescentam uma dimensão totalmente nova à experiência no estádio, oferecendo aos proprietários uma maneira de tornar o jogo mais interativo e, ao mesmo tempo, fornecer aos torcedores serviços oportunos e direcionados.

Read more

A ascensão da mídia de streaming sobre o cabo

Este é um ótimo momento para ser um criador de conteúdo on-line. A mídia de streaming está mudando a cara do entretenimento em vídeo: as pessoas estão recorrendo a plataformas de streaming de vídeo em vez de TV a cabo. Os consumidores não estão mais dispostos a pagar por centenas de canais que não assistem. Eles preferem assinar programas sob demanda, como o Netflix, ou assistir a conteúdo gratuito no YouTube e no Vimeo. 67% dos norte-americanos usam um serviço de streaming, enquanto apenas 61% ainda têm cabo doméstico conectado. A tendência faz com que alguns analistas prevejam que a TV a cabo, como a conhecemos, está chegando ao fim.

Read more